Domingo, 20 de Junho de 2021
(32) 9 9970 1001
Anúncio
Polícia Ocorrências

Bebê de 10 meses morre em MG após dar entrada em hospital com sinais de estupro

Mãe da menina disse ter feito sexo com namorado na mesma cama em que o bebê estava

03/01/2021 08h11
1.769
Por: Ubá Em Foco Fonte: O Tempo
Bebê de 10 meses morre em MG após dar entrada em hospital com sinais de estupro
Uma bebê de 10 meses, com sinais de estupro morreu nesta sexta-feira (1) em Várzea da Palma, região Norte de Minas. A criança foi levada ao Hospital Municipal da cidade pela mãe e pelo tio materno com as roupas sujas de fezes e com forte sangramento no ânus. A mãe da criança, o tio materno e o namorado da mãe são suspeitos, segundo informações da Polícia Militar.
Ao chegar ao hospital levada pela mãe, de 21 anos, e pelo tio, de 22, a bebê  passou por procedimentos de reanimação cardiorrespiratória, porém ela não resistiu e morreu. A criança já apresentava histórico de cardiopatia, mas o que chamou atenção dos profissionais de saúde foi o forte sangramento na região anal da criança. Depois de verificar a ferida que poderia indicar violação sexual, a equipe médica que prestou atendimento acionou a PM. As informações constam no registro de ocorrência policial.
Aos policiais, os profissionais de saúde que atenderam o bebê relataram que a menina chegou à unidade hospitalar com as roupas muito sujas de fezes, além de lacerações na região anal e forte sangramento.
A mãe da criança contou aos militares que não deixou a filha nenhum momento sozinha porque a criança já tinha problemas cardíacos e que ela amamentava o bebê. A mulher entretanto, disse que fez sexo com o namorado na mesma cama que a filha estava na noite do dia 31, na casa onde mora com o bebê, no bairro Jardim América. A suspeita disse também que fez uso de bebida alcoólica com o namorado.
O namorado da mãe, de 25 anos, também foi ouvido pela polícia e confirmou que teve relações sexuais em frente a criança e que ingeriu bebida alcóolica com a mulher. Ele completou que depois de fazer sexo, por volta das 23h, foi embora da casa deixando mãe e filha sozinhas no local.
O tio da bebê, outro suspeito, informou aos policiais militares que mora junto com a irmã e a sobrinha, mas que na noite do suposto estupro ele havia ficado na residência só até nove horas da noite. De acordo com relatos desse suspeito no boletim de ocorrência, ele só voltou à casa por volta das quatro horas da manhã, quando a mãe do bebê o chamou para acompanhá-las até o hospital.
Policiais civis estiveram na casa onde o suposto estupro aconteceu para os trabalhos periciais. O celular da mãe da criança e do namorado da mulher foram recolhidos para perícia.
O Hospital Municipal de Várzea da Palma foi procurado pela reportagem, mas não comenta sobre casos específicos.
Polícia Civil investiga
A mãe da bebê, o namorado da mulher e o irmão dela foram conduzidos à Delegacia de Plantão em Pirapora após a vítima dar entrada no hospital com sangramento anal, segundo informações da Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). 
Ainda segundo a PCMG, todos os suspeitos foram ouvidos e liberados. As investigações, que ficarão a cargo da Delegacia de Polícia Civil em Várzea da Palma, onde o fato ocorreu.
A confirmação ou não do abuso será feita após conclusão do laudo de necropsia da vítima. O laudo também vai  apurar a causa da morte da criança.